Porto de Aqaba

Acidente com gás tóxico na Jordânia deixa ao menos 12 mortos

Uma câmera de segurança do local registrou o momento em que o cabo que levantava um tanque de 25 toneladas se rompeu, derrubando um contêiner com o gás tóxico.

acidente-com-gas-toxico-na-jordania-deixa-ao-menos-12-mortos
Gás tóxico se espalhando pelo Porto (Créditos: Reprodução/ Twitter)

Ao menos 12 pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na Jordânia, devido ao vazamento de um gás tóxico no Porto de Aqaba, nesta segunda-feira (27). Uma câmera de segurança do local registrou o momento em que o cabo que levantava um tanque de 25 toneladas se rompeu, derrubando um contêiner.

Publicidade

Na filmagem, é possível ver o tanque batendo no convés de um navio e a explosão formando uma grande nuvem amarela. Trabalhadores que se encontravam na doca correram, na tentativa de se protegerem. O gás possui alta concentração de cloro, o que o torna nocivo para o ser humano. De acordo com a Defesa Civil, equipes especializadas estão lidando com o vazamento.

As autoridades de saúde do país pediram aos moradores da cidade que permaneçam em suas casas e que tranquem todas as janelas e portas, a fim de evitar mais danos. O vice-chefe da Autoridade Portuária da região de Aqaba, Haj Hassan, disse à emissora Al-Mamlaka que o cabo que transportava o contêiner com a substância tóxica quebrou, resultando na queda e fuga da substância.

O canal de televisão local confirmou que o gás continha uma alta porcentagem de cloro, afirmando que o produto era pesado e de difícil transporte. Segundo a Veja, a praia do sul da cidade precisou ser evacuada logo após o acidente e os feridos foram imediatamente levados para hospitais próximos. O primeiro-ministro da Jordânia, Bisher al-Khasawneh, formou uma equipe de investigação, presidida pelo ministro do Interior, para averiguar as causas do acidente.

Publicidade