Rússia mantém envio de fertilizantes para o Brasil

Os produtos foram enviados ao Brasil através de um navio da empresa russa Acron

russia-mantem-envio-de-fertilizantes-para-o-brasil
Como consequência da guerra, no momento há dificuldade no transporte dos fertilizantes e também no pagamento (Crédito: Dan Kitwood/Getty Images)

A Rússia manteve o envio de fertilizantes para o Brasil, mesmo com a guerra acontecendo. Segundo o Ministério da Agricultara mesmo com as dificuldades os produtos foram enviados ao Brasil. Como consequência da guerra, no momento há dificuldade no transporte e pagamento, visto que os bancos russo foram excluídos do Swift.

Publicidade

De acordo com a pasta, na sexta-feira (4), os produtos foram enviados ao Brasil através de um navio da empresa russa Acron. Para o governo isto mostra que mesmo com a dificuldade de entrega, a Rússia não suspendeu o envio dos fertilizantes. Cerca de 25% dos fertilizantes do Brasil, são vindos da Rússia que são um dos maiores produtores do mundo.

Em entrevista à CNN, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil afirma que o cenário ainda continua preocupante. “Não temos nenhuma informação de sanções aplicadas pela Rússia ao Brasil, principalmente em relação aos fertilizantes. Porém, o cenário de guerra é imprevisível. A iniciativa da ministra Tereza Cristina em buscar ampliar e diversificar os fornecedores de fertilizantes é a mais recomendável nesse momento”, afirmou à CNN Bruno Lucchi, o diretor técnico da CNA.

A Rússia já recebeu diversas sanções que podem dificultar e bloquear algumas ações do país. Mesmo sendo um cenário difícil o país não deixou de enviar os fertilizantes ao país. Nesta quarta-feira (9), a presidente da União Europeia compartilhou mais sanções ao país russo. “Estamos reforçando ainda mais a rede de sanções em resposta à agressão militar da Rússia contra a Ucrânia: Listagem de 160 indivíduos: oligarcas, membros do Conselho da Federação Russa; Setor bancário da Bielorrússia; Exportação de tecnologia de navegação marítima para a Rússia; Adição de ativos criptográficos”