Cobertura vacinal

Desigualdade na cobertura vacinal entre os estados preocupa

Os estados do Amapá e Rondônia apresentam os menores números de vacinados contra a Covid-19.

distrito-federal-retoma-vacinacao-em-escolas
(Crédito: Canva Fotos)

A desigualdade da cobertura vacinal nos estados é motivo de preocupação, segundo a pesquisadora da Fiocruz, Margareth Portela. De acordo com  dados do Ministério da Saúde, analisados pelo Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), os estados do Amapá e Rondônia são os que apresentam os menores números de vacinados.

Publicidade

Em entrevista a rádio CNN, a pesquisadora Margareth disse que a logística pode ser um dos motivos da baixa imunização.“ Tem questões logísticas, dificuldades de acesso, como a necessidade de barcos que levam dias para chegar a um determinado município” . Além disso, ela citou que acredita que existe a forma como os políticos colocam a prioridade das vacinas.

Ainda em relação a vacina da Covid-19, a pesquisadora diz que existe uma preocupação com a vacinação infantil que ainda é baixa. “Sem dúvida houve uma resistência muito grande, uma campanha nas redes sociais contra a vacinação de crianças”. Por fim, ela ressalta que considera importante o passaporte de vacinação e o incentivo da vacinação.