SARA

Entenda o que é a síndrome que provocou a morte de Isabel Salgado

A atleta foi internada na terça-feira (15) e foi diagnosticada com a Síndrome Aguda Respiratória do Adulto (SARA).

Entenda o que é a síndrome que provocou a morte de Isabel Salgado
Isabel Salgado, ex-atleta do vôlei brasileiro (Crédito: Reprodução/Redes Sociais)

A atleta de vôlei Isabel Salgado morreu na madrugada de quarta-feira (16). Ela tinha 62 anos e estava internada no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Alguns amigos próximos de Isabel Salgado confirmaram ao portal Metrópoles que ela foi diagnosticada com Síndrome Aguda Respiratória do Adulto (SARA).

Publicidade

A síndrome que vitimou Isabel Salgado é caracterizada por uma insuficiência respiratória grave por conta do acúmulo de líquidos nos pulmões, o que reduz os níveis de oxigênio no sangue e nos órgãos. A SARA pode ser resultante de várias doenças, como pneumonia, infecções, traumas ou pancreatite.

Apesar de ser um quadro raro, a Síndrome Aguda Respiratória do Adulto é um caso de emergência médica. Normalmente, a síndrome se desenvolve em um período de um a cinco dias. Os principais sintomas são a falta de ar e o desconforto ao respirar, o que também leva o quadro a ser chamado de Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA).

De acordo com a infectologista Ana Helena Germoglio, em entrevista ao Metrópoles, a síndrome respiratória do adulto é uma doença grave que exige atenção e pronto-atendimento médico.

“A SARA deve ser tratada como doença grave, uma emergência médica, com internação em UTI”, explicou a especialista.

Publicidade

Publicidade

 

 

Publicidade