São Paulo tem 100% dos adultos totalmente vacinados contra Covid-19

A proporção é de 100,03%, pois pessoas que não moram na capital se vacinaram nela

sao-paulo-tem-100-dos-adultos-totalmente-vacinados-contra-covid-19
Crédito: Canva

São Paulo tem 100% dos adultos totalmente vacinados contra a Covid-19. O Estado de São Paulo atingiu na quarta-feira (24), 100,03% dos adultos com o esquema vacinal completo contra a Covid-19. A proporção é acima dos 100%, pois pessoas que não moram na capital se vacinaram nela. Dessa forma não é possível dizer que toda a população adulta de SP esteja totalmente imunizada.

Publicidade

De acordo com os dados da “Vacina Já” do Governo do Estado de São Paulo, a capital já aplicou 21.103.722 doses entre primeira, segunda, única ou de reforço da vacina contra a Covid-19. Ao todo, foram aplicadas  53.110.099 doses da vacina no estado de São Paulo.

Segundo o site do Governo do Estado de São Paulo, o estado já registrou 4.433.915 casos e 153.639 óbitos de Covid-19, durante toda a pandemia. As informações do site divulgam que entre o total de casos, 4.258.543 tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 457.915 foram internados e receberam alta hospitalar.

No momento há 2.561 pacientes internados em todo o território, sendo 1.136 em unidades de Terapia Intensiva e 1.425 em enfermaria. A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado é de 22% e na Grande São Paulo de 27,9%.

O governador João Dória, flexibilizou as medidas. A partir do dia 11 de dezembro não será mais necessário o uso de máscaras em lugares externos. Essa decisão está amparada em orientação do Comitê Científico do Estado, devido o avanço da vacinação e do cenário epidemiológico. O uso de máscara continua obrigatório em ambientes fechados e no transporte público.

Publicidade

“Devemos dar nos próximos dias um importante passo com relação a flexibilização do uso de máscaras, mas precisamos manter importantes cuidados e ter cautela, como a higienização das mãos e o uso da proteção facial em ambientes fechados e no transporte público. Além disso, é fundamental que quem ainda não tomou a segunda dose da vacina, retorne aos postos de saúde para se imunizar e termos assim uma população mais protegida”, destacou o Secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn.

Publicidade