Votuporanga, em SP, decreta epidemia de dengue

A dengue é uma doença causada por um vírus e transmitida pelo mosquito Aedes aegypti

Com uma média de 30 novos casos diários de dengue, a cidade de Votuporanga, no interior de São Paulo, decretou estado de epidemia. 

Publicidade

Desde janeiro, a cidade de cerca de 96 mil habitantes já registrou 3.040 casos de dengue e outros 1.830 estão em investigação. No mesmo período, dois óbitos foram confirmados no município: dois homens, um de 75 anos e outro de 59 anos, que tinham comorbidades.

A dengue é uma doença causada por um vírus e transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

Com o decreto publicado ontem (4) no Diário Oficial, o município poderá agilizar os processos de compra e de contratação de pessoal ou de equipamentos para reforçar as ações de combate à dengue.

O decreto também notifica os proprietários de imóveis a realizarem a limpeza de seus terrenos, jardins e calçadas no prazo de 30 dias, com obrigação de remover todo e qualquer tipo de resíduo que possa virar criadouro de animais ou insetos nocivos ao ser humano. Quem descumprir a medida será multado. O decreto tem validade de 180 dias.

Publicidade

São José do Rio Preto

Outra cidade no interior de São Paulo que vem registrando muitos casos de dengue neste início de ano é São José do Rio Preto. A cidade recebeu 5.958 notificações de dengue até este momento sendo que, desse total, 2.741 casos foram confirmados. São José do Rio Preto também confirmou duas mortes pela doença no mês de fevereiro.

Já na cidade de São Paulo foram confirmados 1.070 casos até o dia 30 de março, sem óbitos. No ano passado, nesse mesmo período, a capital confirmava 825 casos de dengue, também sem registro de mortes.

Em todo o estado de São Paulo, já foram confirmados 24,9 mil casos de dengue e 11 óbitos entre os meses de janeiro e março deste ano, segundo a Secretaria estadual da Saúde. Em 2021, nesse mesmo período, foram contabilizados 43,2 mil casos de dengue e 16 óbitos.

Publicidade

No três primeiros meses do ano, foram registrados 80 casos de chikungunya em todo o estado paulista, sem mortes. No ano passado, entre janeiro e março, foram confirmados 5,7 mil casos e três mortes.

Brasil

Segundo o último boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde, o Brasil já registrou 258.917 casos prováveis de dengue entre os dias 2 de janeiro e 26 de março, o que representou um aumento de 72,1% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Votuporanga é o quarto município do Brasil com o maior número de casos de dengue, atrás de Goiânia, Brasília e Palmas. Já a cidade de São José do Rio Preto aparece na quinta colocação. Desde o início deste ano, o ministério confirmou 70 óbitos por dengue.

Publicidade

Sintomas

Dengue, zika e chikungunya são doenças transmitidas pelo mesmo mosquito e têm sintomas semelhantes como febre, dor de cabeça e manchas vermelhas pelo corpo.

Alguns poucos sintomas diferenciam uma doença da outra. No caso da dengue, costuma haver uma dor atrás dos olhos. Já a chikungunya pode provocar dor e inchaço nas articulações. A zika, por sua vez, pode causar febre baixa e vermelhidão nos olhos.

Para combater o mosquito transmissor dessas três doenças, as pessoas devem manter os ambientes e recipientes limpos e sem acúmulo de água. As principais medidas de prevenção são: deixar a caixa d’água bem fechada e realizar a limpeza regularmente; retirar dos quintais objetos que acumulam água; cuidar do lixo, mantendo materiais para reciclagem em saco fechado e em local coberto; e eliminar pratos de vaso de planta ou usar um pratinho que seja mais bem ajustado ao vaso.

Publicidade

(Agência Brasil)