Frio Intenso

27 pessoas em situação de rua foram abordadas pela SAS na noite mais gelada do ano em Campo Grande

Dos atendimentos, apenas cinco aceitaram ir para o abrigo da Assistência Social.

27 pessoas em situação de rua foram abordadas pela SAS na noite mais gelada do ano em Campo Grande
A onda de frio é perigosa para quem não tem algum abrigo (Crédito: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Campo Grande registrou a noite mais gelada do ano, na segunda (16) e na madrugada desta terça-feira (17), com menores temperaturas e recorde em sensação térmica negativa. A equipe da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) abordou 27 pessoas em situação de rua e/ou vulnerabilidade durante o plantão noturno.

Publicidade

Dos atendimentos, cerca de 22 pessoas recusaram ir para o abrigo passar a noite, mas todos aceitaram cobertores. Apenas cinco aceitaram pousar no Centro POP (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua). Os locais são destinados para convívio em grupo, social e para o desenvolvimento de relações de solidariedade, afetividade e respeito, proporcionando vivências para o alcance da autonomia, estimulando, além disso, a organização, a mobilização e a participação social.

Vale ressaltar que as equipes de abordagem da Política de Assistência Social fazem a oferta dos serviços às pessoas em situação de rua, que têm por opção aceitar ou não. As recusas de atendimento por parte da população em situação de rua são um direito garantido pela Constituição Federal de 1988, em seu Art. 5º, Inciso XV.

*A matéria completa você confere aqui

Publicidade