Adolescente de 14 anos suspeito de atirar explosivo dentro de uma casa é apreendido em SP

No último sábado (25), a menina de quatro anos, Aylla Manuella Ribeiro da Piedade, morreu depois de um explosivo cair no dentro do cômodo em que ela dormia

Adolescente de 14 anos suspeito de atirar explosivo dentro de uma casa é apreendido em SP
(Créditos: Reprodução / Twitter – Câmera de segurança)

Foi apreendido o adolescente suspeito de atirar um explosivo que matou uma criança de quatro anos em Barretos (SP), segundo a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.

Publicidade

No último sábado (25), a menina de quatro anos, Aylla Manuella Ribeiro da Piedade, morreu depois de um explosivo cair no dentro do cômodo em que ela dormia em uma casa no centro da cidade do interior paulista.

Uma câmera de segurança mostrou imagens do momento em que um garoto de 14 anos joga o explosivo em direção à casa da família.

Ao decorrer do vídeo, uma mulher sai da casa, tentando entender o que teria acontecido. A menina aparece no colo de um homem, já ferido. A criança foi levada pelo pai para o hospital, mas devido aos ferimentos acabou não resistindo.

O adolescente se apresentou na terça-feira (28) na Delegacia de Investigações Gerais de Jaú (SP) e foi apreendido, segundo a SSP. A secretaria diz que ele permanece à disposição da Vara da Infância e Juventude.

Publicidade

De acordo com a SSP, o caso foi registrado como ato infracional de lesão corporal culposa e comunicação de óbito pelo plantão da Seccional de Barretos e está sendo investigado pelo 1º DP (Distrito Policial) da cidade.

Segundo informações do UOL, a pasta informou que, depois da morte da menina, um grupo de pessoas deteriorou uma casa, supondo que era do suspeito de jogar a bomba. Logo em seguida, quando descobriram que era a casa correta, atearam fogo. O local estava vazio. As duas ocorrências, foram registradas como dano ao patrimônio e incêndio, e são investigadas pelo 3º DP de Barretos.