Frente fria

Aquecedores ‘somem’ das prateleiras no MS e consumidores só encontram produto online

Até o fim do mês as temperaturas estarão amenas e partir desta quinta-feira (19), a temperatura sobe pouco a pouco, sobretudo à tarde.

aquecedores-somem-das-prateleir
Aquecedor (Créditos: Reprodução/ Midiamax)

Com o frio intenso no país, os aquecedores são um item atípico nos lares do Mato Grosso do Sul. No inverno passado, os aparelhos eram encontrados com maior facilidade pelos consumidores no Centro de Campo Grande, mas dessa vez, as compras são feitas apenas online.

Publicidade

Segundo o Jornal Midiamix, em seis lojas de eletrodomésticos da Capital, em apenas um  equipamento foi encontrado, com o valor de R$ 699. Na mesma loja, ainda é possível encomendar um aparelho por R$ 299. Na internet, é possível encontrar diversos modelos, com valores que variam de R$ 189 a R$ 569.

Para alguns consumidores, a compra de aquecedores não compensa, justamente pelo frio ser passageiro no Mato Grosso do Sul. A gerente de uma das lojas visitadas aponta que a procura pelos aquecedores tem sido razoável, com até três consumidores buscando o item por dia nesta semana. “Ainda não temos previsão de chegada. Mas assim que passa o frio, o povo já não procura mais”, disse a vendedora.

Até o fim do mês as temperaturas estarão amenas e partir desta quinta-feira (19), a temperatura sobe pouco a pouco, sobretudo à tarde. A onda de frio que atinge o Mato Grosso do Sul e estados do Sul e Sudeste do Brasil é resultado da forte massa de ar de origem polar que entrou no país, causando a queda acentuada da temperatura.

Publicidade