Medidas Covid-19

Cidade de SP retira obrigatoriedade do uso de máscaras em táxis e carros por aplicativo

O uso obrigatório da máscara na cidade passa a ser exigido a partir de agora apenas em transportes coletivos, como ônibus, metrô, trens e aeroportos.

cidade-de-sp-retira-obrigatoriedade-do-uso-de-mascara-em-taxis-e-carros-por-aplicativo
Locais fechados como escolas, escritórios, academias, shoppings, mantém o uso optativo da máscara (Créditos: Sean Gallup/Getty Images)

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB) publicou no último sábado (14) um decreto que dispensa a obrigatoriedade do uso de máscaras em transportes por táxis e por aplicativos na capital paulista.

Publicidade

O uso obrigatório da máscara na cidade passa a ser exigido a partir de agora apenas em transportes coletivos, como ônibus, metrô, trens e aeroportos. O uso também se mantém obrigatório em unidades de saúde, como hospitais, clínicas e postos de saúde.

A nova medida da Prefeitura de São Paulo chega após mais de dois meses que o governo do estado retirou a obrigatoriedade do uso de máscaras contra a Covid-19 em espaços fechados, em 17 de março, após 679 dias desde o início da medida, de acordo com o portal g1. Locais fechados como escolas, escritórios, academias, shoppings, mantém o uso optativo da máscara.

Em pelo menos 16 capitais brasileiras já deixaram de exigir, ou marcaram uma data específica para abandonar a exigência, o uso de máscaras em espaços abertos. Cidades como São Paulo, Maceió, Florianópolis, Natal, Rio de Janeiro e Brasília já eliminaram a obrigatoriedade em locais fechados.

Em São Paulo, a liberação das máscaras já era estudada desde o final do ano passado pelo Comitê Científico, que orientava a gestão do até então governador do estado, João Doria (PSDB).

Publicidade

Publicidade