Comitê de Elegibilidade

Comitê da Petrobras se reúne para analisar indicação de Caio Paes de Andrade à presidência da estatal

Os relatórios necessários para que a análise aconteça foram entregues à estatal nesta terça-feira (21).

comite-da-petrobras-se-reune-para-analisar-indicacao-de-caio-paes-de-andrade-a-presidencia-da-estatal
Prédio da Petrobras (Wagner Meier/Getty Images)

A reunião do Comitê de Elegibilidade da Petrobras, que irá analisar a indicação de Caio Paes de Andrade para a presidência da estatal, está prevista para a tarde desta sexta-feira (24). Andrade substituirá José Mauro Ferreira Coelho, que pediu demissão do cago nesta segunda-feira (20), após ser pressionado pelo governo por causa da alta dos preços dos combustíveis. Os relatórios necessários para que a análise aconteça foram entregues à estatal nesta terça-feira (21). Cabe ao Comitê de Elegibilidade analisar a indicação de Andrade, a partir das regras de governança da empresa e na legislação aplicável.

Publicidade

De acordo com a Petrobras, o Comitê de Elegibilidade é presidido por Francisco Petros, membro do Conselho de Administração da empresa. Segundo o portal g1, também integram o comitê Luiz Henrique Caroli, que é membro do Comitê de Pessoas, Ana Silvia Matte e Tales Bronzato, ambos externos ao quadro de pessoal da empresa.

“Além disso, conforme previsto no Regimento Interno do COPE (Comitê de Pessoas), o Conselheiro de Administração Marcelo Mesquita, eleito pelos acionistas minoritários detentores de ações preferenciais, foi convidado para a respectiva pauta de indicação”, disse a Petrobras.

Esta será a terceira troca do comando da estatal durante o governo de Jair Bolsonaro. Almejando a reeleição, o atual presidente critica os reajustes de preços dos combustíveis realizados pela Petrobras. Até a conclusão da análise de Paes de Andrade, a empresa será presidida interinamente por Fernando Borges, atual diretor de Exploração e Produção da companhia.

Publicidade