capital paulista

Festival Revelando SP apresenta cultura tradicional do estado

Evento se estende até o dia 24 de julho no Parque da Água Branca.

festival-revelando-sp-apresenta-cultura-tradicional-do-estado
(Créditos: Joca Duarte/SMC)

Começa nesta quarta-feira (20), na capital paulista, o Revelando SP, considerado o maior evento de cultura tradicional do estado. Retomando o formato presencial após dois anos de programação online, a festividade se estende até o dia 24 de julho gratuitamente no Parque da Água Branca, zona oeste da capital. O objetivo é fortalecer a cultura tradicional e a economia criativa dos municípios paulistas.

Publicidade

Na abertura, prevista para a noite de hoje, o destaque é para as apresentações de Almir Sater, Rolando Boldrin, Tetê Espíndola e Marcelo Jeneci, na cerimônia de abertura oficial, às 18h30. A feira funciona das 10h30 até as 20h. Durante os dias de evento, 100 municípios paulistas parceiros participam com cerca de 300 atividades, entre exposição e venda de artesanato, gastronomia, apresentações de grupos e artistas da cultura popular.

Entre as manifestações culturais presentes estão cantos e danças indígenas, catiras, congadas, contadores de causos, manifestações da cultura cigana, cururus, dança de Santa Cruz e de São Gonçalo, fandangos, folia de reis, moçambiques, sambas de bumbo, samba de lenço, seresta, trança fitas e umbigadas.

O Revelando SP é uma das linhas do programa de fomento Juntos pela Cultura, que visa à estreitar a parceria entre o governo e os municípios na área cultural, com o objetivo de fortalecer a produção independente, ampliar o acesso da população à arte, descentralizar o investimento público na área e estimular o desenvolvimento da economia criativa do estado.

Concurso de Viola

Pela primeira vez, o Concurso Viola SP, criado em 2020 pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, será presencial. Serão 16 violeiros e violeiras finalistas, entre os 81 que se inscreveram nas categorias viola caipira contemporânea e viola caipira tradicional. Eles se apresentam no dia 23, para que um júri especializado escolha os três melhores violeiros em cada categoria.

Publicidade

Os prêmios são de R$ 15 mil, R$ 10 mil e R$ 5 mil. Haverá ainda três premiações especiais no valor de R$ 5 mil – Prêmio Violeira Revelando SP, Prêmio Viola +50 e Prêmio Incentivo, além do Prêmio do Público, atribuído, em cada modalidade, aos violeiros ou violeiras mais aclamados pelo público presente, num valor de R$ 5 mil.

A programação completa está disponível no site do evento.

(Agência Brasil)

Publicidade