Carnaval de São Paulo

Governo reconhece Carnaval como Patrimônio Imaterial de SP

Em votação unânime, o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat), aprovou o registro das práticas carnavalescas do estado como patrimônio imaterial.

governo-reconhece-carnaval-como-patrimonio-imaterial-de-sp
Governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (Crédito: Reprodução / Instagram @rodrigogarciaoficial)

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), entregou nessa terça-feira (19) o Diploma de Registro das Práticas do Carnaval como Patrimônio Imaterial do Estado de São Paulo para a Liga das Escolas de Samba. A proposta foi apresentada pela própria Liga que pedia os desfiles como patrimônio cultural imaterial. O registro aconteceu e foi feito como patrimônio imaterial as “práticas carnavalescas”.

Publicidade

Rodrigo Garcia comentou sobre o carnaval ser história e cultura. “O que nós estamos fazendo aqui hoje é reconhecer algo da nossa vida, algo que faz parte da nossa história e da nossa tradição. O valor do diploma é o que ele representa, que é o que São Paulo pensa do seu Carnaval, agora reconhecido como patrimônio imaterial”.

O registro imaterial foi criado por meio do decreto 57.439, de 2011, e permite o reconhecimento de manifestações culturais do estado. De acordo com o site do Governo de SP, o parecer do Condephaat, publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo afirma que as práticas carnavalescas “traduzem saberes, fazeres e uma identidade coletiva, que criam relações de pertencimento”. O conselho diz que o caminha para preservar e valorizar o carnaval de São Paulo é identificar e preservar as práticas preparatórias dos desfiles.

Nesta quarta-feira (20), o perfil do Instagram @spturisoficial que mostra pontos turísticos da cidade de São Paulo, compartilhou curiosidades sobre o Sambódromo do Anhembi, onde acontece o desfile de carnaval.

Publicidade