pedido seria a repórteres

Jornalista da Gazeta é acusada de encorajar envio de nudes em troca de matérias

Michelle Giannella afirmou para o UOL que a informação não é verdadeira e que ela nunca usou seu corpo para se expor ou para conseguir alguma entrevista.

Jornalista da Gazeta é acusada de encorajar envio de nudes em troca de matérias
Chefe da Gazeta, Michelle Giannella (Crédito: Reprodução/ Tv Gazeta)

A  jornalista chefe do departamento de esportes da TV Gazeta, Michelle Giannella, está sendo acusada de encorajar repórteres e produtores a enviarem nudes em troca de entrevistas. A informação foi divulgada em reportagem do UOL, que recebeu essas informações de duas ex-funcionárias que ouviram esse pedido e mais cinco pessoas que estavam nas reuniões nas quais esse assunto teria sido falado.

Publicidade

De acordo com as ex-funcionárias, que não quiseram ser identificadas, após Michelle ter sido promovida ao cargo de gerência em 2019, ela começou a incentivá-las a trocarem nudes por matérias. Porém, elas não cumpriram o pedido. A reportagem conta com os relatos de outras cinco fontes que contaram que há outras práticas polêmicas da jornalista, entre elas, o episódio de acusação de apresentação de falso atestado médico. 

Em conversa com o UOL, Michelle disse que isso a informação não é verdadeira. “Isso não existe, isso é mentira. Eu sou mulher, eu estou há 24 anos neste trabalho e eu nunca usei o meu corpo pra me expor ou pra eu conseguir alguma coisa com algum atleta. E falar para uma mulher mandar foto de biquíni para um assessor? Pelo amor de Deus, gente, não tem isso.”

Em contrapartida, o repórter da Gazeta Guilherme Camarda afirmou que já presenciou uma cena de Michelle incentivando uma jornalista a enviar um “nude”. “Ela disse para a jornalista enviar uma foto de biquíni para conseguir entrevista. E o mais inacreditável é que ela fala na frente de todo mundo, como se fosse natural“, disse ele.