Mulher agredida liga para polícia e pede para “fazer o cabelo”

Os policiais entenderam que era um pedido de socorro

mulher-agredida-liga-para-policia-e-pede-para-fazer-o-cabelo
Mulher denúncia violência (Crédito: Canva)

Uma mulher agredida liga para polícia e pede para fazer o cabelo para denunciar o companheiro por violência doméstica. A Polícia Militar de Araçatuba (SP) divulgou o áudio da moradora que discou um 190 para denunciar o homem.

Publicidade

O registro foi feito nessa quinta-feira (9). Os policias foram até a casa da vítima e ela estava com hematomas no rosto, além de ter afirmado sido ameaçada de morte e agredida. O homem confessou as agressões e foi preso.

Jimmy Carlos da Silva, estagiário do Centro de Operações da Polícia Militar do Estado de São Paulo (Copom), foi quem atendeu o telefonema. Jimmy diz ter atendido a mulher com o procedimento operacional padrão da Polícia Militar e que a voz da vítima demonstrava medo, assim perceberam que havia algo de errado.

O cabo Cleber William Frare Beneguer quem acompanha, Jimmy percebeu que poderia ser um pedido de ajuda e o instruiu a perguntar se ela sabia que tinha ligado para Polícia Militar. “Tivemos êxito em ajudar a vítima e prender o agressor. A mulher fingiu marcar horário para cortar o cabelo de alguém. Infelizmente, existem muitos casos de trotes, então ficamos muito gratificados quando a pessoa pede por ajuda e temos a possibilidade de ajudar”, diz Cleber.

Depois que a viatura chegou no endereço da vítima, ela foi socorrida, encaminhada ao Pronto-Socorro Municipal e liberada.

Publicidade