Dia Internacional da Amizade

No Dia do Amigo, Carla Zambelli faz provocações a Sergio Moro

Após a ironização, a deputada alega que se trata apenas de uma “brincadeira” para comemorar o Dia do Amigo e o Dia Internacional da Amizade, ambos celebrados hoje, dia 20 de julho.

No Dia do Amigo, Carla Zambelli faz provocações a Sergio Moro
Carla Zambelli e Sergio Moro no dia do casamento da deputada (Crédito: Divulgação/ Redes Sociais)

Carla Zambelli (PL-SP), deputada bolsonarista, publicou uma foto com o ex-juiz Sergio Moro (União Brasil-PR) nesta quarta-feira (20), marcada pelo dia do amigo, ironizando a amizade entre eles. A imagem é do dia do casamento de Zambelli com Antônio Aginaldo de Oliveira, diretor da Força Nacional de Segurança, que aconteceu em fevereiro de 2020, e o ex-juiz foi padrinho da união. 

Publicidade

Na foto publicada, Zambelli aparece vestida de noiva sorrindo para Sergio Moro que estava com um microfone em mãos enquanto discursava. O intuito da publicação foi ironizar a antiga relação entre os dois. A deputada escreveu desejou um “feliz dia do ‘amigo'” e reforçou dizendo: “Hoje é dia de lembrar da oração Pai Nosso: ‘e livrai-nos do mal, amém’”

Logo após a ironização, ela alega que se trata apenas de uma “brincadeira” para comemorar o Dia do Amigo e o Dia Internacional da Amizade, ambos celebrados hoje, dia 20 de julho. “Brincadeiras à parte, tenho amigos maravilhosos e sou grata a Deus por cada um deles. Abraço em todos!”, escreveu. Até agora, o ex-juiz não respondeu a provocação da deputada. 

Em junho do mesmo ano em que Zambelli se casou, Moro, após deixar o cargo de ministro da Justiça no governo Bolsonaro, alegou que não tem nenhuma relação pessoal com a deputada bolsonarista e que só aceitou o convite por “constrangimento” em dizer não.  “Pouco conheço Zambelli, na verdade a questão é que foi aquele tipo de convite que você fica constrangido, ‘ah, vamos lá prestigiar’. Mas eu nunca tive um relacionamento pessoal com a deputada”, afirmou Moro em uma entrevista para uma rádio do Rio Grande do Sul.

Nesta mesma época, Zambelli deu depoimentos dizendo que se decepcionou com o antigo aliado e disse que ele foi “mentiroso ou cínico” quando fez as declarações. “Da nossa parte era verdadeiro, prezado. O duro agora são os álbuns, que não se editam. Mas sempre fica o aprendizado”, disse ela.




Publicidade