ONU se coloca à disposição e cobra ações do poder público para salvar vidas na Bahia

As chuvas atingiram cem cidades. Pelo menos 21 pessoas morreram, e outras 350 estão feridas e mais de 60 mil estão desabrigadas

ONU se coloca à disposição e cobra ações do poder público para salvar vidas na Bahia
A ONU se solidarizou com as famílias que foram afetadas (Créditos: Camila Souza/GOVBA)

Foi emitido pela ONU (Organização das Nações Unidas) no Brasil ontem (28), que ressalta a “urgência da situação” nas cidades da Bahia que foram devastadas pelas fortes chuvas e pediu que os poderes públicos adotem “todos os esforços o mais rapidamente possível” para salvar vidas e reconstruir os municípios.

Publicidade

As chuvas atingiram cem cidades. Pelo menos 21 pessoas morreram, e outras 350 estão feridas e mais de 60 mil estão desabrigadas.

A ONU se solidarizou com as famílias que foram afetadas. “O Sistema ONU no Brasil acompanha com preocupação e tristeza a situação na região sul da Bahia, que enfrenta o maior nível de precipitação de chuvas para o mês de dezembro dos últimos 32 anos, e presta solidariedade a todas as vítimas e suas famílias”, escreveu o órgão.

Ainda ressaltou a urgência da situação. “A ONU e as suas agências, fundos e programas no Brasil alertam para a urgência da situação e para que os diferentes níveis de poderes públicos adotem todos os esforços o mais rapidamente possível para salvar vidas e reconstruir as cidades e moradias destruídas”.

“Espera-se com essas ações minimizar os riscos imediatos e a meio termo para a população atingida, em especial na atual situação de pandemia”, concluiu.

Publicidade

Também se colocou à disposição das autoridades a ONU do Brasil, para ajudar as vítimas da tragédia e seus familiares em ações possíveis nos próximos meses nas regiões afetadas.

Ministros do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL), foram enviados à região para avaliar a situação e definir medidas de ajuda. Isso porque o presidente está em período de férias em Santa Catarina. 

Sua ausência provocou reações nas redes sociais por internautas, políticos e influenciadores.

Publicidade

Ainda há o risco de novas enchentes em ao menos quatro municípios na região Sul do estado, segundo o Corpo de Bombeiros do estado. Itambé, Canavieiras, Mascote e Cândido Sales devem ser atingidas pela abertura de comportas de uma barragem de Minas Gerais.

Os municípios com mortos em decorrência das chuvas são: 

Itamaraju (4) 

Publicidade

Jucuruçu (3) 

Ilhéus (2) 

Itabuna (2) 

Publicidade

Prado (2) 

Amargosa (2) 

Itaberaba (2) 

Macarani (1) 

Ruy Barbosa (1) 

Itapetinga (1) 

Aurelino Leal (1)