Operação Garoupa

Operação coíbe crime ambiental em reserva marinha de Arraial do Cabo

O responsável foi autuado e responderá administrativa e criminalmente pela infração cometida. Além disso, terá de pagar multa no valor de R$ 7,4 mil.

Operação coíbe crime ambiental em reserva marinha de Arraial do Cabo
A pesca passiva, em algumas áreas, é proibida por lei (Crédito: Jeff J Mitchell/Getty Images)

A Polícia Federal e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) apreenderam uma embarcação que pescava com apetrechos proibidos –  um espinhel de 8 milhas – na Reserva Extrativista Marinha de Arraial do Cabo.

Publicidade

Juntamente com a embarcação e o itens de pesca, foram apreendidos 100 kg de pescado. A Operação Garoupa ocorreu entre os dias 16 e 20 deste mês, com objetivo de coibir crimes ambientais na reserva.

O responsável foi autuado e responderá administrativa e criminalmente pela infração cometida. Além disso, terá de pagar multa no valor de R$ 7,4 mil.

O espinhel consiste em um aparelho de pesca que funciona de forma passiva, com a utilização de iscas para a atração dos peixes, sendo as mais usadas a sardinha, cavalinha e lula. O espinhel é formado pela linha principal (linha madre), linhas secundárias (alças) e anzóis.

(Agência Brasil)

Publicidade