PF desarticula esquema de fraude com criptomoedas no Paraná

Foram cumpridos dois mandados de prisão e três ordens de busca e apreensão

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (21) a Operação Bad Bots para desarticular um esquema de fraude envolvendo criptomoedas no Paraná. Foram cumpridos dois mandados de prisão e três ordens de busca e apreensão.

Publicidade

De acordo com a PF, os acusados lesaram cerca de 3 mil vítimas e se apropriaram de R$ 6 milhões ao simularem operações financeiras com criptoativos.

Conforme as investigações, um casal oferecia ganhos acima da média praticada no mercado com operações de trade com criptomoedas. Era prometido aos clientes que as negociações seriam realizadas por meio de robôs automatizados.

Durante o período em que o investimento feito deveria ficar retido, os fraudadores simulavam lucros exorbitantes, que poderiam ser sacados ao fim do prazo contratado.

No entanto, a partir do momento em que os clientes passavam a exigir os saques dos lucros, os responsáveis pela promessa de ganhos não faziam o pagamento devido.

Publicidade

Além disso, durante o período de contratação, os clientes eram estimulados a indicarem mais pessoas para participarem do grupo, oferecendo diversos prêmios, como viagens e bens de luxo.

Com o passar do tempo, as reclamações contra aos fraudadores foram aumentando. O casal fugiu de Curitiba e foi morar no interior do Paraná.

Durante a investigação, a PF descobriu que a dupla ostentava bens de luxo nas redes sociais enquanto os clientes aguardavam o pagamento dos lucros prometidos.

Publicidade

Os mandados foram expedidos pela 9ª Vara Federal de Curitiba. Os acusados vão responder pelos crimes de estelionato e contra a economia popular e o sistema financeiro nacional.

(Agência Brasil)

Publicidade