APREENSÃO CINEMATOGRÁFICA

PM de São Paulo, PF e Marinha apreendem cocaína escondida dentro do casco de navio no porto de Santos

Essa é a segunda grande apreensão de drogas no porto de Santos esta semana. 561 kg foram apreendidos num navio na segunda-feira (15).

Droga precisou ser recuperada por mergulhadores da polícia (Créditos: Divulgação/Receita Federal)

Na madrugada desta quarta-feira (17), a Receita Federal, a Polícia Federal, o Comando de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar de São Paulo e a Marinha do Brasil concluíram o trabalho de localização e apreensão de 95,83 kg de cocaína escondidos no casco de um navio no porto de Santos.

Publicidade

A operação começou na tarde de ontem, quando a Receita Federal e a Polícia Federal realizavam duas apreensões de cocaína, um total de 1.429 kg da droga, em um terminal do porto.

Mais tarde, a Polícia Federal recebeu denúncias de que um navio poderia estar sendo usado para o tráfico de drogas. A mesma embarcação, que tinha a Itália como destino, precisou se ancorar próximo ao porto devido à avarias que sofreu com o vento e estava lá desde o início de agosto.

A força-tarefa foi então chamada para investigar o caso. O navio foi então escoltado até sua atracação no porto.

 

Publicidade
View this post on Instagram

 

A post shared by Perfil.com Brasil (@perfilcombrasil)

Publicidade

A investigação encontrou 64 tabletes de cocaína escondidas no casco do navio. A droga estava escondida numa região chamada sea chest, um compartimento localizado abaixo da linha de flutuação que é destinado ao suprimento de água do mar par resfriamento das máquinas.

O sea chest só pode ser acessado por mergulhadores, um dos motivos da equipe ter precisado atracar o navio no porto de Santos para apreende a cocaína. As investigações a respeito estão seguindo nas mãos da Polícia Federal.

Créditos: Divulgação/Polícia Federal

Publicidade