Prefeitura de SP nega verba para colocar mais ônibus em circulação

A proposta era implantação de mais 220 ônibus nas frotas, que diminuiu em 1.129 veículos desde o início da pandemia

prefeitura-de-sp-nega-verba-para-colocar-mais-onibus-em-circulacao
Passageiros em transporte público em São Paulo (Créditos: Mario Tama/Getty Images)

A Junta Orçamentária da Prefeitura de São Paulo negou a verba para a SPTrans colocar mais ônibus em circulação na cidade em 2022. A proposta era implantação de mais 220 ônibus nas frotas, que diminuiu em 1.129 veículos desde o início da pandemia, de acordo com o portal G1.

Publicidade

O órgão da Secretaria Municipal da Fazenda afirmou que “a redução da receita do sistema em decorrência da redução da demanda e o aumento da compensação tarifária em 2022 não permitem a ampliação do sistema”. Em fevereiro de 2022, foram contabilizados 11.685 veículos em circulação na cidade de São Paulo.

Com a redução e não ampliação da frota de ônibus em circulação, a demora e superlotação têm sido um grande problema enfrentado por passageiros na capital. Sobretudo, os moradores de bairros periféricos da capital são os mais afetados.

A central 156 da prefeitura de São Paulo, que presta diversos serviços à população, registrou 54.411 chamados referentes aos serviços da SPTrans em 2021. Cerca de 48,3 mil foram de reclamações em relação ao sistema de transporte na capital.

Sueli Batista, presidente da Associação dos Moradores do Jardim dos Eucaliptos, no extremo da Zona Sul da Capital afirmou que “Por conta da demanda alta, os ônibus do Jardim Varginha já saem lotados do ponto inicial e quando chegam aqui, no Jardim dos Eucaliptos, muitas vezes nem param pra gente. Quando param, as pessoas vão penduradas até o terminal”.

Publicidade