Ronivaldo Maia, vereador de Fortaleza, foi preso por tentativa de feminicídio

Justiça aceitou a denúncia feita pelo Ministério Público do Ceará

Ronivaldo Maia, vereador de Fortaleza, foi preso por tentativa de feminicídio
Familiares da vítima a socorreram, porém seu estado de saúde não foi revelado (Créditos: Divulgação / CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA Érika Fonseca)

Foi aceito ontem uma denúncia contra o vereador de Fortaleza Ronivaldo Maia (PT) por tentativa de feminicídio. Ele está sendo investigado por atropelar a própria mulher de 36 anos, após a vítima sair do carro para uma discussão. O caso ocorreu na tarde de 29 de novembro no bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza.

Publicidade

Familiares da vítima a socorreram, porém seu estado de saúde não foi revelado. Ronivaldo foi preso em flagrante naquela noite, quando foi encontrado pela Polícia militar em uma loja de conveniência de um um posto de combustível que fica no mesmo bairro.

O Ministério Público do Ceará apresentou a denúncia. Em sua decisão, o juiz Antonio Edilberto Oliveira Lima considerou que “a análise preliminar dos autos do processo revela a presença de condições de ação penal e dos pressupostos processuais”. 

O juiz determinou também um prazo de 10 dias para a defesa de Ronivaldo Maia se manifestar, “ficando de logo advertido que a inércia importará na nomeação de Defensor Público”.

Segundo informações do UOL, o vereador foi procurado, mas ele não respondeu o contato. Na semana passada, Ronivaldo Maia disse em suas redes sociais que estava “colaborando incondicionalmente com as autoridades”.

Publicidade