Fabiano Contarato: um Senador na luta contra a homofobia

senador-fabiano-contarato-na-cpi
(foto: Senado/Reprodução )

Em entrevista exclusiva ao Grupo Perfil Brasil, o Senador Fabiano Contarato (REDE-ES) relembrou o discurso histórico na CPI da Pandemia contra o que classificou como ataques homofóbicos por parte do depoente bolsonarista Otávio Fakhoury.

Publicidade

A mensagem do empresário, em rede social, apontava um erro de ortografia cometido pelo senador: Contarato havia comentado o depoimento à CPI do ex-secretário de Comunicação da Presidência Fabio Wajngarten e escreveu que Wajngarten deveria ser preso e que, no depoimento, havia se configurado “estado fragancial”.

“O delegado homossexual assumido, talvez estivesse pensando no perfume de alguma pessoa ali daquele plenário… Quem seria o ‘perfumado’ que lhe cativou?“, postou o empresário.

Em resposta, ocupando a presidência da CPI na sessão, Contarato fez uma defesa da família: o marido e dois filhos.

“O senhor não é um adolescente. O senhor é casado, tem filhos. A sua família não é melhor que a minha.”

Publicidade
Senador Fabiano Contarato (REDE-ES), em resposta ao empresário Otávio Fakhoury

O senador nasceu em Nova Venécia, no interior capixaba, e vive com a família em Vila Velha, na Grande Vitória. É professor, palestrante, ativista humanitário e delegado da Polícia Civil do Espírito Santo. Confira a entrevista completa!

Publicidade