Em Apoio à Democracia

Tico Santta Cruz publica carta aberta endereçada a Gusttavo Lima

Publicada no Facebook, a carta conta um pouco sobre momentos parecidos que viveu o cantor dos Detonautas.

Tico Santta Cruz publica carta aberta endereçada a Gusttavo Lima
A “CPI do Sertanejo” foi um assunto que se destacou nas redes nos últimos dias (Crédito: Reprodução/Instagram)

Tico Santta Cruz, vocalista da banda Detonautas Roque Clube, publicou uma carta aberta endereçada a Gusttavo Lima. No texto, que foi publicado no Facebook, Tico discorre sobre o campo democrático e manifesta apoio para que Gusttavo Lima não desista frente à perseguição que está sofrendo.

Publicidade

Publicada nesta quarta (1º), a carta aberta conta um pouco sobre momentos parecidos que viveu o cantor dos Detonautas. Tico Santta Cruz afirma que sofre o mesmo tipo de perseguição há 8 anos, e que já perdeu as contas de quantos boletins de ocorrência já fez para as ameaças que levou:

“Durante 8 anos – desde 2014 – venho sofrendo ataques sistemáticos de setores simpáticos ao que você defende. Quando as milícias digitais começaram a se formar, um dos primeiros artistas a ser atacado fui eu. Apenas porque não concordava com um movimento político orquestrado para desestabilizar nossa democracia (…) fui ameaçado de morte tantas vezes, que perdi a conta dos números de boletins de ocorrência que tive de fazer. Também tive minhas redes sociais hackeadas, meu celular invadido, meus filhos atacados, minha companheira sendo constrangida e ameaçada em diversos lugares, apenas porque não me juntei a uma turma que dizia que estava nas ruas para ‘limpar o Brasil da corrupção’ – aliais, boa parte deles corruptos e muitos que se diziam ‘cidadãos de bem’ foram flagrados cometendo crimes.”

Em resposta ao vídeo no qual Gusttavo Lima aparece dizendo que está “prestes a jogar a toalha”, Tico deseja que Gusttavo “não desista”, e que continue seguindo sua carreira musical, mas prestando mais atenção nos recursos que pagam os cachês:

“Ao longo dos 25 anos de carreira – já fiz muitos shows para Prefeituras. Acho importante que a população tenha acesso à cultura. Porém sempre tendo o cuidado de saber se o contrato era de acordo com os valores reais que cobrávamos e se não estávamos participando indiretamente de algum tipo de ‘esquema’.”

Publicidade

Publicidade

Gusttavo Lima passou a ser investigado pelo Ministério Público após ser pago, por prefeituras, com cachês milionários em três shows que fez.

 

 

Publicidade