Trem da Linha 8 – Diamante bate contra barreira de proteção em São Paulo

Pessoas que estavam na composição disseram que o freio de emergência falhou no momento da parada

Trem da Linha 8 - Diamante bate contra barreira de proteção em São Paulo
De acordo com a companhia, o ocorrido aconteceu por volta das 6h e todos os passageiros foram desembarcados em segurança (Créditos: Divulgação / Redes Sociais)

Um trem da Linha 8 – Diamante, da Via Mobilidade, bateu com uma barreira de proteção no limite de parada da estação Júlio Prestes, um dos extremos da linha, na manhã desta quinta-feira (10), em São Paulo.

Publicidade

De acordo com a companhia, o ocorrido aconteceu por volta das 6h e todos os passageiros foram desembarcados em segurança. Informações preliminares mostram que o maquinista teria perdido o freio do trem, levando o trem a colidir contra a barreira de concreto. Devido ao acontecimento, o funcionário entrou em estado de choque e precisou ser encaminhado ao hospital para ser avaliado, Ele está bem.

O andamento na linha não foi afetada, já que, por se tratar de uma estação inicial/final, é possível que o embarque e desembarque sejam realizados por uma única via, que fica ao lado do local do acidente. Porém, seguiu com velocidade reduzida em um trecho em Osasco (SP) devido a outra ocorrência.

Pessoas que estavam na composição disseram que o freio de emergência falhou no momento da parada. A ViaMobilidade disse que duas pessoas foram encaminhadas para atendimento hospitalar.

Nota da ViaMobilidade

A ViaMobilidade informa que, por volta das 6h desta quinta-feira (10), um trem que circulava pela Linha 8-Diamante, na estação terminal Júlio Prestes colidiu no limite de parada da estação. Todos os passageiros foram desembarcados em segurança, e duas pessoas receberam atendimento no local e foram encaminhadas ao hospital sem ferimentos.

Publicidade

A concessionária está apurando as causas da ocorrência e reforça seu compromisso com a segurança de todos. Com a concessão, as linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda de trens metropolitanos receberão investimentos de R$3,8 bilhões. A ViaMobilidade já deu início ao plano de ação para o primeiro ano de operações com investimentos importantes e modernizações necessárias.

As mudanças complexas que ocorrerão no primeiro ano de concessão já darão ao cliente maior conforto e segurança, além de confiabilidade e estabilidade do sistema. A concessionária trabalha para que este processo adaptativo e de atualização dos sistemas seja rápido e que, ao final, resulte em uma infraestrutura de transporte público eficiente, segura e confortável para nossos clientes.