centro de são paulo

Virada Cultural teve dez pessoas presas

Evento foi realizado sábado (28) e domingo (29) na capital paulista.

virada-cultural-teve-dez-pessoas-presas
(Crédito: Canva Fotos))

Ao menos dez pessoas foram presas durante a Virada Cultural, realizada neste sábado (28) e domingo (29) na capital paulista. Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo (SSP), a maior parte foi detida na região central.

Publicidade

Foram apreendidos ainda quatro celulares e uma faca. Os furtos e roubos assustaram o público que foi assistir os shows na madrugada de sábado para domingo no Vale do Anhangabau, no centro da cidade. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram pessoas sendo agredidas ou fugindo de brigas na região. A Polícia Militar informou ter abordado 585 pessoas e ter monitorado todo o evento com câmeras.

Domingo tranquilo

Na tarde de domingo, o clima era tranquilo na região central. O vocalista Marcelo D2, do Planet Hemp, banda que encerrou o evento, inclusive ressaltou o fato de nenhuma confusão ter acontecido durante a apresentação.

Após dois anos de pandemia, a Virada Cultural voltou a ocorrer de forma presencial na capital paulista. Durante o evento são realizadas diversas ações culturais como shows musicais, performances, danças e apresentações por um período de 24 horas.

Ao contrário das edições anteriores – com exceção da que ocorreu em 2017 -, a prefeitura paulistana decidiu este ano descentralizar as atrações, deixando poucos palcos no centro da capital. E determinou que, para entrar no Vale do Anhangabaú, as pessoas tivessem que passar por uma revista.

Publicidade

A estimativa inicial da prefeitura de São Paulo era atrair 2 milhões de pessoas com 300 atrações artísticas espalhadas por toda a cidade.