A nova geração da Volkswagen Amarok está a um mês da apresentação

A futura picape média está em testes e está cada vez mais próxima de seu lançamento, que será feito na África do Sul.

A nova geração da Volkswagen Amarok está a um mês da apresentação
Novo modelo da picape Amarok será produzido na África do Sul (Crédito: Sean Gallup/Getty Images)

Estamos nos aproximando da apresentação da próxima geração da Volkswagen Amarok e isso, aos poucos, está sendo percebido. Após as revelações das imagens do exterior, interior e de até alguns detalhes mecânicos, surgiram unidades em testes durante esta semana.

Publicidade

Além disso, foram revelados detalhes do número de versões e motores que teriam, e havia especulações de que poderia ter uma variante extrema que não seria a irmã natural do Ford Ranger Raptor, mas teria algumas semelhanças do ponto de vista das funcionalidades. Esta variante, que seria desenvolvida por Walkinshaw, poderia ser chamada de R.

Como mencionamos no parágrafo anterior, o próximo Amarok será derivado da nova geração do Ranger, modelo que será produzido na Argentina a partir de 2023. Por enquanto, sabe-se que a caminhonete alemã será fabricada apenas na África do Sul.

A nova geração da Volkswagen Amarok está a um mês da apresentação
VW Amarok (Crédito: Reprodução/CarsGuide)

Enquanto esperamos por mais detalhes, a Carsguide revelou o mês de estreia desta picape inédita, segundo Ryan Davies, diretor comercial da Volkswagen na Austrália.

“A apresentação global da nova Amarok acontecerá logo após o meio do ano, ou seja, em julho, e podemos ver algumas unidades no final do ano, mas talvez apenas o suficiente para mostrar à mídia e aos revendedores. Realmente não teremos veículos de produção até janeiro ou fevereiro de 2023.”

Publicidade

Além disso, ele destacou que o foco (pelo menos na Austrália) será nas versões cabine dupla, deixando de lado as configurações “simples”.

Por outro lado, embora se espere compartilhar alguns motores com a Ford, Davies deixou claro que a Amarok manterá um motor V6, mas seria um motor completamente novo.

*Texto publicado originalmente no site Parabrisas, da Editora Perfil Argentina.

Publicidade