Rolls-Royce tem o primeiro carro com couro vegano

Já há algum tempo, a palavra “vegano” tem aparecido em milhares de anúncios de produtos de todos os tipos. Essa tendência que define um tipo de alimento também se aplica à indústria automotiva

Rolls-Royce tem o primeiro carro com couro vegano
(Crédito: Divulgação/ Rolls-Royce)

Ao contrário dos vegetarianos, “vegano” é definido como aquelas pessoas cuja dieta não inclui alimentos derivados de animais, nem mesmo ovos ou mel, por exemplo, mas será que isso pode ser implementado no couro de um carro?

Publicidade

Como costuma acontecer no mundo, quando um novo costume vira tendência, o termo se populariza e é aplicado a atividades que nada têm a ver com alimentação: com certeza já viram propagandas de, por exemplo, xampu vegano.

Bem, a indústria automotiva não é estranha a essa demanda. Na verdade, as montadoras estão olhando para o mundo de forma diferente, buscando práticas de produção sustentáveis à medida que a indústria avança para os veículos elétricos. Mas, neste caso, o “veganismo” se aplica ao uso de materiais reciclados para assentos ou plásticos, enquanto outros estão eliminando completamente o couro de seus veículos, o que pode parecer um pouco exagerado. A Volvo e a Mini deixarão o couro de lado, mas nem todas as marcas o estão abandonando ainda.

Embora um cliente ainda não tenha pedido um veículo com couro vegano da Rolls-Royce, a marca está pronta para atendê-lo se tal pedido existir, de acordo com o CEO da marca, Torsten Müller-Ötvös. A última publicação “Confidencial” da Autocar tem o patrão dizendo que nunca ninguém pediu à marca um interior com esse tipo de material.

Este “couro vegano” nasce da combinação de um material sustentável com a aparência e o toque do couro. A Tesla oferece uma solução semelhante em seus veículos. Em vez disso, a Volvo está indo em uma direção diferente, oferecendo um material proprietário chamado Nordico, feito de fontes recicladas.

Publicidade

Um interior de couro vegano provavelmente fará parte da Rolls-Royce em algum momento no futuro, embora caiba aos clientes fazer a mudança. Algumas marcas de luxo estão abertas a incentivar seus clientes oferecendo opções veganas, como a Bentley, que anunciou em 2017 que consideraria esse tipo de material.

No entanto, seus clientes estavam curiosos para saber quais opções a marca poderia oferecer a eles além do couro. É provável que novos materiais comecem a surgir em veículos mais novos, conforme as montadoras, grandes e pequenas, descobrem novas maneiras de produzir de maneira mais sustentável e ecologicamente correta.

*Texto publicado originalmente no site Parabrisas, da Editora Perfil Argentina

Publicidade