Reino Unido prevê que Putin intensificará ataques na Ucrânia

O ministro da Defesa britânico, Ben Wallace disse que a brutalidade de Putin vai aumentar

(Crédito: Andrew Burton/Getty Images)

Reino Unido prevê que os ataques autorizados por Putin podem ser ainda mais brutais na Ucrânia. Nesta quarta-feira (02), o ministro da Defesa britânico, Ben Wallace disse à rádio LBC que a brutalidade de Putin vai aumentar. Wallace afirmou que o presidente da Rússia ataca cidades e tenta ocupá-las, mas não consegue o que quer.

Publicidade

Nesta quarta-feira (02), o Kremilin disse que as autoridades russas estão dispostas para uma segunda tentativa de negociações, mas não sabem se as autoridades da Ucrânia irão aparecer. O presidente da Ucrânia, Volodymir Zelensky disse na terça-feira (1), devia parar com os ataques antes das negociações.

Nas redes sociais circulam vídeos de várias regiões da Ucrânia destruídas depois da invasão e dos bombardeios russos. Além de vários países, como exemplo, o Brasil que se posiciona contra a invasão da Rússia à Ucrânia, pessoas pedem para que o presidente Vladimir Putin para imediatamente com a guerra.

Conflito Rússia e Ucrânia

Na quinta-feira (24), o governo russo invadiu à Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Alguns dos motivos pelo qual esta invasão aconteceu é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.

Publicidade