Parar a Inflação

Bolsonaro propõe uma compensação aos Estados para zerar ICMS do diesel

O governo deseja ainda zerar o PIS/Cofins e Cide sobre a gasolina e o álcool.

Bolsonaro propõe uma compensação aos Estados para zerar ICMS do diesel
O governo busca formas de conter a alta da inflação no país (Crédito: Andressa Anholete/Getty Images)

Nesta segunda-feira (6), o presidente Jair Bolsonaro (PL) propôs compensar os Estados para conseguir zerar o ICMS do diesel. Numa reunião, que aconteceu no Palácio do Planalto, Bolsonaro discutiu a proposta junto ao presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD) e do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PL). Alguns ministros de Bolsonaro também participaram da reunião.

Publicidade

A proposta é de zerar o ICMS do diesel, do gás e do transporte público. Segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, o acordo valerá até dia 31 de dezembro de 2022. O governo deseja ainda zerar o PIS/Cofins e Cide sobre a gasolina e o álcool.

Publicidade

Para Paulo Guedes essa pode ser uma saída para a alta inflação que vive o Brasil. O ministro citou o exemplo de “todas as economias do mundo”:

“Quer dizer, 11 dos 14 mais importantes países europeus estão estudando formas de baixar impostos, os estados americanos estão baixando impostos (…) Nós estamos mantendo o nosso duplo compromisso. Primeiro, nós vamos proteger a população brasileira novamente. O governo federal vai transferir recursos, não para dar subsídio, mas para permitir a redução de impostos, que sempre foi o nosso programa”, afirmou.

Atualmente, corre no Congresso um projeto que limita o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), cobrado sobre os combustíveis. O texto já foi aprovado pela Câmara e espera o entendimento do Senado.

Publicidade