Economia brasileira está entre as mais afetadas devido a guerra

A economia brasileira é afetada principalmente por causa do petróleo e dos fertilizantes utilizados no país

economia-brasileira-esta-entre-as-mais-afetadas-devido-a-guerra
Plantação de trigo (Créditos: Christopher Furlong/Getty Images)

Com o encarecimento do petróleo e dos alimentos, além da inflação, economias de todo mundo passam a ser afetadas. A economia brasileira é afetada principalmente por causa do petróleo e dos fertilizantes utilizados no país.

Publicidade

“Os países que vão sentir mais impacto com essa crise são, primeiramente, os mais vulneráveis, aqueles que já sofrem por causa dos alimentos. Depois, os países que dependem muito de fontes de energia da Rússia”, disse Rogério Studart, do Núcleo de Economia Política do Centro Brasileiro de Relações Internacionais.

De acordo com o portal Uol, os impactos causados a economia global serão mais indiretos do que diretos, uma que que a participação de Rússia e Ucrânia, quando somadas, representam uma parte relativamente pequena do PIB (Produto Interno Bruto) do mundo é pequena.

A Ucrânia detém 0,14% do PIB global, enquanto a Rússia possui 3%. Entretanto, as nações possuem relevância nos mercados de energia e alimentos, o que pode impactar diversas nações. A Rússia é a principal exportadora de gás natural, além de ser o segundo país com maior produção. Ainda, é o segundo mais exportador de petróleo do mundo.

Já a Ucrânia possui 12% das exportações de trigo e 15% das de milho no mundo. As nações juntas, representam 30% do comércio de trigo, 17% de milho, 32% do mercado de cevada e 50% de óleo, sementes e farelo de girassol.

Publicidade

Entenda o conflito

Desde a quinta-feira (24), Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia. Esse foi um dos estopins para que Putin iniciasse os ataques.