BOM NEGÓCIO

Investidores do Tesouro Direto chegam a marca recorde de 2 milhões

Aumento nos saldos está relacionado às constantes altas de juros puxadas pela inflação.

Valor na mão de investidores soma R$94 bilhões (Créditos: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Segundo informações divulgadas pela Secretaria do Tesouro Nacional nesta terça-feira (26), o número total de investidores ativos no Tesouro Direto ganhou 300 mil novas pessoas de maio para junho e atingiu o recorde histórico de 2 milhões.

Publicidade

Este número é composto por pessoas que estão tendo saldos positivos em suas aplicações e vem apresentado alta desde 2020. Por volta de dezembro daquele ano, eram 1.5 milhão de investidores ativos, um aumento de 500 mil em quase dois anos.

Esse aumento tem sido impulsionado pela alta dos juros básicos na economia impostoss pelo Banco Central, que por sua vez se deve ao aumento da inflação, puxada pelos preços dos combustíveis e alimentos.

Os juros estão em altas constantes desde março de 2021, o que levou a Selic a atingir 13, 25% ao ano, a maior taxa em 5 anos, e o mercado ainda prevê continuidade nesses aumentos. Concomitantemente, o IPCA-15 registrou a menor variação da inflação mês a mês desde junho de 2020.

As vendas de títulos públicos somaram neste mês US$3,67 bilhões, enquanto os resgates foram de R$2.13 bilhões e a emissão líquida de R$1.53 bilhão.

Publicidade

Os investidores do Tesouro Direto acumulam R$94 bilhões em títulos públicos em junho, um aumento de quase R$3 bilhões em comparação à maio.