Preço do petróleo já subiu 60% em 2021

O WTI saiu de uma cotação de US$ 48 por barril para quase US$ 80

preco-d-petroleo-sobe
Crédito: Canva

Atualmente o preço do petróleo já subiu 60%, um dos preços mais altos da história em 2021. O preço do barril do petróleo negociado em bolsas internacionais, vem disparando no mundo, de forma a superar até o período pandêmico.

Publicidade

Segundo, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) o petróleo WTI tem o nome derivado de West Texas Intermediate e é um pouco mais caro que o Brent, o que reflete na qualidade do produto e o custo de refino e transporte.

West é a principal região petrolífera dos Estados Unidos, e o óleo WTI é vendido pelos intermediários do West Texas. Negociado na Bolsa de Nova York, sua cotação é referência para o mercado norte-americano.

No início de outubro passou a marca dos US$ 80, isso não acontecia desde 2014, ano que teve muitas altas. Só em 2021, sua alta foi de 66%, o WTI saiu de uma cotação de US$ 48 por barril no começo do ano, para quase US$ 80 na última sexta-feira (12).

O Brent, que é outro tipo de petróleo comercializado na bolsa de Londres, subiu 57% em 2021 e está cotado em US$ 81, o maior valor desde 2018. A cotação Brent é referência para os mercados europeu e asiático.

Publicidade

Em entrevista à CNN, a economista e professora da USP, Virginia Parente afirma que o Brasil “pode experimentar novos choques sobre o petróleo” a curto prazo. “Em um médio e longo prazo, a tendência é que haja estabilização. Eventualmente um declínio depois do primeiro trimestre do ano que vem, mas até lá podemos ter mais aumentos até o fim do ano”.

Além disso, a especialista acrescenta à CNN que a entrada desses outros combustíveis reduziria a pressão sobre o petróleo no mundo. Ela também falou sobre a influência do governo na Petrobras. “O governo que estiver no poder pode definir a Presidência e o conselho, mas várias amarrações de governanças fazem com que ele não tenha controle total na política da empresa”, conclui.