Bolsonaro libera estudantes de escolas privadas no Prouni

Estudantes sem bolsa estão liberados para se candidatarem ao Prouni

bolsonaro-libera-estudantes-de-escolas-privadas-no-prouni
Estudam de escolas privadas sem bolsa podem ter acesso ao Prouni (Crédito: Canva)

O presidente Jair Bolsonaro liberou os estudantes de escolas privadas sem bolsa para acesso no Programa Universidade para todos (Prouni). Antes só podiam participar os estudantes que fizeram todo o ensino médio em escola pública ou em escola privada com bolsa integral.

Publicidade

De acordo com o Ministério da Educação (MEC) não será necessário pelo estudante, nenhum documento que comprove a renda familiar e comprovante de situação de pessoa com deficiência, desde que essas informações já estejam presentes no banco de dados do governo.

O que foi mantido é o critério de exigência de renda para o ingresso. Para o estudante conseguir uma bolsa integral ou parcial em universidades privadas, através do Prouni, o candidato deve comprovar a renda familiar, sendo necessário ser de até 3 salários mínimos. Com exceção de docentes, os demais candidatos não podem ter diploma do ensino superior.

Quanto as cotas, segundo o Planalto o percentual de autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, e de pessoas com deficiência, deverá ser considerado de forma isolada e não mais conjunta.

Segundo o MEC, em 2021 houve um aumento de 21% no número de inscritos no Prouni, quando comparado com a edição do segundo semestre de 2020.

Publicidade

Até o momento pessoas nas redes sociais se manifestam contra a nova decisão.