luto no esporte

Negrelli, ex-jogador da seleção brasileira de vôlei, morre aos 72 anos

Foram 200 partidas com a amarelinha, incluindo os Jogos de Munique.

negrelli-ex-jogador-da-selecao-brasileira-de-volei-morre-aos-72-anos
(Créditos: Reprodução/ Redes Sociais)

Referência do vôlei brasileiro dos anos 1960/70, o ex-jogador Oswaldo Fonseca Marcelino, o Negrelli, morreu nesta quarta-feira (14), aos 72 anos, em Santos (SP). Ele estava internado na Casa de Saúde da cidade do litoral paulista. A causa da morte não foi revelada pela família.

Publicidade

Tricampeão sul-americano e vice-campeão pan-americano, Negrelli defendeu a seleção brasileira em 200 partidas. Algumas delas durante os Jogos Olímpicos de Munique (1972), e  no Mundial do México (1974). Negrelli foi um dos ex-atletas que conduziram a tocha olímpica da Rio 2016. Em agosto, Negrelli esteve no evento comemorativo da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) pelos 50 anos da participação da seleção nos Jogos de Munique.

Publicidade

O ex-jogador de vôlei também foi homenageado nas redes sociais do Santos Futebol Clube, no qual foi campeão brasileiro e sul-americano com a equipe de vôlei da agremiação.

Em 1972 Negrelli concluiu a graduação em Educação Física. Em 2004 ele assumiu a secretaria municipal de esportes de Santos, e três anos depois foi presidente da Fundação Pró-Esportes (Fupes). Nos últimos anos, Negrelli lecionava em duas universidades de Santos e coordenava um projeto social. A prefeitura de Santos também fez homenagem ao ex-atleta pelas redes sociais, e decretou luto oficial por três dias. O velório será nesta nesta quarta (14) no Memorial Necrópole Ecumênica e a cremação ocorrerá a partir das 18h (horário de Brasília).

Publicidade