Austrália e Nova Zelândia celebram chegada de 2022

O show de luzes na Nova Zelândia foi dado o nome de “Auckland está chamando” fazendo a referência de serem um dos primeiros países do mundo a celebrar o Ano Novo

Austrália e Nova Zelândia celebram chegada de 2022
Na Austrália, antes do show às 00h (horário local de Sydney) ocorreu uma pequena queima de fogos, às 21h (Créditos: Wendell Teodoro/Getty Images)

Na Nova Zelândia e na Austrália, já foi celebrada a virada do ano para 2022, com shows de luzes em Auckland e de fogos em Sydney.

Publicidade

O show de luzes na Nova Zelândia foi dado o nome de “Auckland está chamando” fazendo a referência de serem um dos primeiros países do mundo a celebrar o Ano Novo.

Na Austrália, antes do show às 00h (horário local de Sydney) ocorreu uma pequena queima de fogos, às 21h. As duas acontecem na área da Ópera de Sydney, símbolo da cidade mais habitada do país.

“Tento me encontrar nas coisas positivas deste ano”, disse Melinda Howard, uma universitária de medicina de 22 anos, que acompanhou a queima de fogos em Sydney.

Ao contrário da virada de 2021, quando a cerimônia foi esvaziada, a festa em Sydney reuniu dezenas de pessoas, devido ao fato de o país ter abandonado a estratégia de erradicação total do vírus da Covid-19 e estar buscando conviver com ele.

Publicidade

Cautela na Europa

Na Europa, terão restrições nas festas de Ano-Novo, devido às medidas colocadas para combater o avanço da variante Ômicron da Covid-19.

O papa Francisco, no Vaticano, cancelou a tradicional visita na virada do ano ao presépio na Praça de São Pedro, cauteloso e preocupado com a disseminação da variante.

Tentando limitar a vontade do povo grego a saírem para comemorar, o ministro da Saúde da Grécia, Thano Plevris, disse que “a música será proibida” em bares e restaurantes.

Publicidade

Na maioria das cidades da Espanha, os festejos públicos foram totalmente cancelados, com exceção de Madri, capital, onde está prevista a celebração pública limitada a 7 mil pessoas, em comparação com as 18 mil de 2019.

Virada no Brasil

A praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, terá a celebração de Ano-novo com capacidade limitada e não haverá shows como de tradição nas viradas, e a queima de fogos, que deverá durar 16 minutos, ocorrerá em nove locais da cidade.

Não haverá também, esquema regular de transporte público no Rio, em mais uma medida para evitar um deslocamento maior de pessoas para a orla da praia.

Publicidade

Além da Covid-19, o Rio vem lidando com um surto de casos da Influenza, a capital fluminense é o epicentro da epidemia da gripe no Brasil.

A queima de fogos na Praia Grande e em Ilhabela, no litoral de São Paulo, está mantida. Na capital paulista, a celebração do Réveillon foi cancelada.

“Austrália”: Porque naquele país o ano de 2022 já começou”

Publicidade