‘Estão querendo colocar na minha conta’

Bolsonaro fala sobre atentado contra Cristina Kirchner

Questionado sobre episódio, presidente Jair Bolsonaro disse que lamenta a tentativa de assassinato e afirmou que mandou nota ao Governo Argentino.

Na Expointer, Bolsonaro comenta atentado a Cristina Kirchner
(Crédito: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro lamentou nesta sexta-feira (2) a tentativa de atentado contra a vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner.  O presidente brasileiro afirmou que já mandou uma notinha e disse que estão tentando “botar na minha conta” esse “problema”.

Publicidade

“Já mandei uma notinha. Eu lamento. Agora, quando eu levei a facada teve gente que vibrou por aí, né? Lamento. Já tem gente querendo botar na minha conta já esse problema. O agressor ali ainda bem que não sabia mexer com arma, se soubesse teria tido sucesso”, afirmou.

Bolsonaro também afirmou que é um “risco que todo mundo corre” e que não viu essa comoção da esquerda diante da facada que sofreu durante a campanha de 2018.

“Lamento. É o risco que todo mundo corre. Eu quase morri em 2018 e não vi a esquerda se preocupando comigo. Mas tudo bem”, disse Bolsonaro.

A declaração de Bolsonaro foi dada a repórteres durante visita do presidente à Expointer, feira agropecuária em Esteio (RS).

Publicidade

O chanceler Carlos França também se manifestou  sobre o atentado, à jornalista Andreia Sadi, classificando como “ato injustificável” que deverá ser apurado com rigor pelas autoridades argentinas.