Momento Histórico

Canadá nomeia representante indígena para a Suprema Corte

Michelle O’Bonsawin assumirá o cargo em setembro, após a aposentadoria de outro integrante da Corte.

Canadá nomeia representante indígena para a Suprema Corte
Fachada da Suprema Corte do Canadá (Crédito: Reprodução/Suprema Corte do Canadá)

Nesta sexta-feira (19), o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, pela primeira vez, nomeou uma representante indígena para ocupar uma cadeira da Suprema Corte do país. Michelle O’Bonsawin assumirá o cargo em setembro, após a aposentadoria de outro integrante da Corte.

Publicidade

Em um comunicado divulgado por seu gabinete, Trudeau afirma que está “confiante de que ela [Michelle O’Bonsawin] trará conhecimento inestimável para a mais alta Corte de nosso país”.

O ministro da Justiça canadense, David Lametti, também manifestou total apoio e classificou o evento como “um momento histórico para a Suprema Corte do Canadá e para todo o Canadá”.

A primeira representante indígena da Corte do Canadá exercia o cargo de juíza da Corte Superior de Ontário desde 2017 e faz parte da comunidade Abenaki, em Ontário. Além de ter trabalhado com os assuntos jurídicos da Royal Canadian Mounted Police, polícia montada do Canadá, também é mestra em Direito pela Universidade Osgoode Hall Law School.

 

Publicidade