Pandemia

Coreia do Norte estocou máscaras e vacinas antes de surto da Covid-19

De janeiro a abril, que são os últimos meses com dados disponíveis, o Norte comprou mais de 10 milhões de máscaras da China.

coreia-do-norte-estocou-mascaras-e-vacinas-antes-de-relatar-surto-de-covid-19
No geral, as exportações da China para a Coreia do Norte somaram US$ 98,1 milhões em abril (Crédito: Chip Somodevilla/Getty Images)

A Coreia do Norte estocou máscaras e vacinas antes do surto da Covid-19, segundo mostram dados comerciais divulgados por Pequim. As informações apontam que o país importou milhões de máscaras faciais, 1.000 respiradores e possivelmente vacinas da China. A Coreia do Norte não é conhecida pela forte companha contra a pandemia da Covid-19.

Publicidade

De acordo com os dados, em fevereiro, a China exportou US$ 311.126 em vacinas não identificadas para seu vizinho e não relatou mais nenhuma outra exportação dos imunizantes. De janeiro a abril, que são os últimos meses com dados disponíveis, o Norte comprou  cerca de 10,6 milhões de máscaras da China e em dezembro de 2021 nenhuma compra havia sido feita.

Entre as exportações da China estão: quase 95 mil termômetros, 1.000 ventiladores não-invasivos para a Coreia do Norte em abril, no valor de US$ 266.891, além de equipamentos médicas como luvas de borracha e roupas de proteção. No geral, as exportações da China para a Coreia do Norte somaram US$ 98,1 milhões em abril, o maior desde janeiro de 2020, quando o valor foi de US$ 186,8 milhões.

A Coreia do Norte fechou suas fronteiras para o o comércio durante a maior parte da pandemia e permitiu somente a entrada de suprimentos e produtos no país em trens e navios da China. Na semana passada, três aeronaves da Air Koryo da Coreia do Norte chegaram à China e retornaram a Pyongyang com suprimento, disse uma fonte diplomática.

Publicidade