PELA PRIMEIRA VEZ

EUA registram dois casos de varíola dos macacos em crianças

Autoridades fazem um alerta: embora a varíola dos macacos seja uma infecção sexualmente transmissível, o vírus pode ser transmitido para qualquer pessoa que tenha contato muito próximo com pacientes infectados.

Varíola dos macacos EUA registram dois casos em crianças
(Crédito: Divulgação/Nigeria Centre for Disease Control)

Pela primeira vez, duas crianças foram diagnosticadas com varíola dos macacos. Os casos foram registrados nos Estados Unidos. De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), os dois pacientes não têm ligação: uma criança mora no estado Califórnia e a outra não mora no país. A agência afirma que as duas passam bem que estão sendo tratadas, de acordo com o protocolo.

Publicidade

Autoridades fazem um alerta: embora a varíola dos macacos seja uma infecção sexualmente transmissível, o vírus pode ser transmitido para qualquer pessoa que tenha tido contato muito próximo com pacientes infectados. A  Organização Mundial da Saúde (OMS) já declarou a doença como emergência de saúde mundial.

A varíola dos macacos já soma mais de 16 mil casos em 75 países. Durante uma conferência virtual, a vice-diretora da divisão de patógenos e patologia do CDC, Jennifer McQuistonafirmou que não é uma surpresa que casos pediátricos de varíola tenham surgido nesse momento, mas acrescentou que “não há evidências até o momento de que estamos vendo esse vírus se espalhar para fora” das comunidades de gays, bissexuais e outros homens que fazem sexo com homens (HSH).

Publicidade