Forças da Rússia foram obrigadas a se recuar em diversas frentes de Kiev

O prefeito ordenou que os soldados da Rússia dessem meia volta e voltassem para suas casa e prometeu que se as tropas russas entrassem na capital, cada edifício será uma frente de batalha

Forças da Rússia foram obrigadas a se recuar em diversas frentes de Kiev

As forças da Ucrânia disseram que as tropas da Rússia foram obrigadas a se recuar em diversas frentes de batalha nos arredores de Kiev, afirmou, nesta quarta-feira (23), o prefeito Vitali Klitschko, que prometeu defender cada edifício da cidade.

Publicidade

De acordo com Klitschko, duros combates são travados no norte e leste da capital ucraniana, tanto que a “pequena localidade de Makariv e a quase toda Irpin estão sob controle dos soldados ucranianos”.

Ao leste de Kiev está localizada Irpin e Makariv está a 50 quilômetros a oeste da capital. Repórteres da AFP observaram conflitos intensos de artilharia em Irpin e Lyutizh no norte de Kiev. “Uma grande batalha acontece desde ontem à noite próximo a Brovari” (a leste de Kiev).

Uma agência da Ucrânia de notícias apontou um possível cerco da russo de Irpin, assim como de Bucha e Ostome (a oeste). “O objetivo dos agressores é a capital da Ucrânia, o coração do nosso país”, disse Klitschko, um ex-campeão mundial de peso pesado de boxe, em uma coletiva de imprensa em um parque de Kiev, às margens do rio Dnipro.

O prefeito ordenou que os soldados da Rússia dessem meia volta e voltassem para suas casa e prometeu que se as tropas russas entrassem na capital, cada edifício será uma frente de batalha. “Preferimos morrer antes de nos ajoelharmos diante dos russos ou nos render aos invasores”, declarou. “Estamos determinados a combater em cada edifício, em cada rua, em cada parte da cidade”, afirmou.

Publicidade

“As Forças Armadas explodiram uma ponte atrás das tropas russas em Baryshivka, região de Kiev. Não há maneiras de recuar”

Publicidade