Kremlin diz que falas de Biden sobre Putin são preocupantes

Durante uma visita à Polônia no último sábado (26), Biden disse que Putin não deveria permanecer no comando da Rússia

kremlin-diz-que-falas-de-biden-sobre-putin-sao-preocupantes
Presidente dos EUA, Joe Biden (Crédito: Anna Moneymaker/Getty Images)

O Kremlin está preocupado com os comentários do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sobre o presidente russo, Vladimir Putin, disse o porta-voz russo Dmitry Peskov na segunda-feira (28).

Publicidade

Durante uma visita à Polônia no último sábado (26), Biden disse que Putin não deveria permanecer no comando da Rússia. Mais tarde, funcionários da Casa Branca minimizaram as declarações, dizendo que Biden não estava pedindo uma mudança de regime. O Kremlin, no entanto, emitiu sua própria resposta dizendo que o governante da Rússia “não deve ser decidido por Biden”.

“Essas declarações certamente estão causando preocupação”, disse Peskov nesta segunda (28). “Continuaremos monitorando de perto as declarações do presidente dos EUA. Nós as observamos cuidadosamente e continuaremos a fazê-lo”, acrescentou Peskov.

Em seu twitter, Biden afirmou que quer ”garantir que a Rússia pague um preço severo por sua guerra.” ”Fui à Europa com uma mensagem clara: devemos nos comprometer agora a lutar pela democracia a longo prazo”, acrescentou Biden.

Entenda o conflito

Desde o dia 24 de fevereiro, Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia. Esse foi um dos estopins para que Putin iniciasse os ataques.

Publicidade