após anúncios de Putin

Letônia decreta estado de emergência na fronteira com a Rússia

A medida permite às autoridades da Letônia concentrarem recursos adicionais para proteger a fronteira, caso mais pessoas tentem entrar no país pelo lado russo.

letonia-decreta-estado-de-emergencia-na-fronteira-com-a-russia
Ruas de Riga, na Letônia (Créditos: Paulius Peleckis/Getty Images)

O governo da Letônia, país localizado no Mar Báltico, decretou nesta terça-feira (27) estado de emergência na região fronteiriça com a Rússia, em resposta à “mobilização parcial” anunciada pelo presidente russo, Vladimir Putin.

Publicidade

A medida permite às autoridades da Letônia concentrarem recursos adicionais para proteger a fronteira, caso mais pessoas tentem entrar no país pelo lado russo, um movimento que foi registado nos últimos dias após o anúncios de Putin.

Milhares de russos deixaram o país desde quarta-feira passada (21), dia em que Putin convocou uma mobilização parcial para enviar cerca de 300.000 reservistas para combater a Ucrânia.

A estratégia de ‘contenção migratória’, que entra em vigor a partir desta quarta-feira (29) e será válida por três meses, incluirá os principais distritos que fazem fronteira com a Rússia, bem como pontos de controlo de fronteira, como aeroportos e estações de comboio.

No sudeste da Letônia, na fronteira com a Bielorrússia, um estado de emergência já vigora há mais de um ano após a tentativa de milhares de imigrantes ilegais de atravessar o território letão, para atingir desta forma território da União Europeia (UE).

Publicidade

Publicidade

 

 

Publicidade