Miss Mundo 2021 é adiado após 23 candidatas testarem positivo para Covid-19

Ao todo, 15 funcionários do evento foram infectados pelo vírus, assim como 23 das 97 candidatas ao título

Miss Mundo 2021 é adiado após 23 candidatas testarem positivo para Covid-19
A decisão de adiar o concurso veio a partir dos próprios organizadores (Créditos: Lauren DeCicca/Getty Images)

O concurso de Miss Mundo foi adiado nesta quinta-feira (16), após ter sido confirmado um surto de Covid-19. Ao todo, 15 funcionários do evento foram infectados pelo vírus, assim como 23 das 97 candidatas ao título. A competição aconteceria em Porto Rico. Segundo um comunicado que foi divulgado pela organização do concurso, em 90 dias uma nova edição deve acontecer.

Publicidade

“O próximo passo, de acordo com os médicos especialistas, é a quarentena imediata, enquanto aguardamos a evolução de pacientes em observação e os resultados de mais testes”, diz a nota.

Nas redes sociais, a organização do Miss Mundo também acrescentou que funcionários e as candidatas vão retornar para seus país de origem somente após a liberação das autoridades sanitárias locais.

A decisão de adiar o concurso veio a partir dos próprios organizadores. A epidemiologista  Melissa Marzán confirmou o total de 38 casos positivos da Covid-19 em uma entrevista coletiva do Departamento de Saúde de Porto Rico.

A representante brasileira na disputa, Caroline Teixeira, não testou positivo e deve retornar para o Brasil no sábado (18). Em seu Instagram, ela comentou a mudança de planos.

Publicidade

“Como muitos já sabem, o concurso foi adiado. Muito obrigada por todas as mensagens de carinho. As adversidades acontecem e temos que ser fortes para superar e aceitar tudo com sabedoria. Estou resolvendo e organizando tudo para voltar para o Brasil”, relatou.

A diretora do Miss Brasil Mundo, Marina Fontes também se manifestou sobre o caso nas redes sociais e afirmou ter ficado “aliviada” com a decisão de adiar a competição.

“Quem esteve no nosso concurso, que aconteceu em agosto, antes de as candidatas serem vacinadas, viu o quanto foi rígido o protocolo de segurança. Todos com máscara N95 o tempo todo, exceto nos momentos de alimentação, que aconteceram em lugar reservado e exclusivo dentro do hotel e com distanciamento social e procedimento de higiene para se servir. Fui muito criticada pois muitos acham ‘exagero’. Mas, para nós,  nada é mais importante do que a vida de todas as pessoas envolvidas. A verdade é que todos os eventos após a vacinação ficam mais frouxos em relação à segurança, ao uso de máscara e ao distanciamento social. Quando se faz isso, mesmo com cuidados, existe um risco. É uma roleta-russa. Sei o quanto todos querem voltar ‘ao normal’, principalmente os jovens. Mas precisamos lidar com a realidade”, destacou.

Publicidade

Esta seria a 70ª edição do evento, pois em 2020 não houve o concurso, devido à pandemia. O que significa que a vencedora de 2019, a jamaicana Toni Ann Singh, ainda é a detentora da coroa.

“# 17Dic Miss Mundo detectou 23 das 98 candidatas com Covid-19 #NoticieroVenevision #Entretenimiento #MissMundo # Covid19 #Candidatas “