tentativa de assassinato

Namorada de brasileiro foi mentora de atentado contra Cristina Kirchner

A polícia do país identificou mensagens trocadas entre Brenda e uma amiga, Agustina Díaz, que mostram que Brenda planejou a tentativa de assassinato.

namorada-de-brasileiro-foi-mentora-de-atentado-contra-kirchner-diz-jornal
Brenda Uliarte, apontada como mentora do crime (Créditos: Reproduçõa/ Polícia Federal da Argentina)

A namorada do brasileiro Fernando Sabag Montiel, Brenda Uliarte, teria sido a mentora do atentado contra Cristina Kirchner, vice-presidente da Argentina. A informação foi divulgada pelo jornal La Nación.

Publicidade

A polícia do país identificou mensagens trocadas entre Brenda e uma amiga, Agustina Díaz, que mostram que Brenda planejou a tentativa de assassinato da vice-presidente. Seu namorado, Fernando, foi o responsável por efetuar o disparo contra Kirchner, mas a arma falhou.

Os três estão presos pelo atentado. Um mês antes do ataque, Brenda disse a amiga que estava organizando um grupo para ir com “tochas, bombas, armas e tudo” para matar a vice-presidente. “Serei a libertadora da Argentina. Eu estava praticando tiro, eu sei como usar uma arma”, afirmou.

“Vou mandar matar Cristina”, escreveu Brenda para a Agustina dias antes do atentado. “Mandei um cara para matar Cristina”, enviou para Agustina em outro trecho, se referindo ao namorado brasileiro, Fernando.

A amiga questionou “Quanto ele te cobrou?”. Brenda disse que nada foi cobrado, pois Fernando também estava irritado com a situação do país. “Eu juro que essa eu vou matar. Estou exausta que ela roube e fique impune”, escreveu.

Publicidade

“Você percebe a confusão em que vai se meter, certo? Eles vão te procurar em todos os lugares se descobrirem que você é cúmplice na morte da vice-presidente”, alertou Agustina. “Por isso mandei alguém”, respondeu Brenda. “Se acontecer, vou para outro país e até mudo de identidade. Eu tenho isso pensado”, acrescentou.

Publicidade