Negligência

Passageira tetraplégica é esquecida em avião no aeroporto de Gatwick em Londres

O serviço da equipe de ajuda tinha sido contratado três meses antes da viagem, e relembrado duas semana atrás, mas ninguém apareceu.

Passageira tetraplégica é esquecida em avião no aeroporto de Gatwick em Londres
A passageira britânica, Victoria Brugnell, pretende apresentar uma queixa contra o aeroporto (Crédito: Reprodução/Twitter Sonia Sodha)

No aeroporto de Gatwick, em Londres, uma passageira tetraplégica foi esquecida no avião por mais de uma hora e meia pela equipe que a ajudaria descer do avião em que estava. Mesmo tendo contratado o serviço de ajuda, Victoria Brignell não o recebeu. O caso foi registrado no último sábado (4).

Publicidade

Em entrevista ao jornal britânico Daily Mail, Victoria contou que estava voltando para casa após sua segunda viagem internacional. A passageira afirmou que em Malta, de onde estava vindo, recebeu uma cadeira de rodas para o desembarque.

O serviço da equipe de ajuda tinha sido contratado três meses antes da viagem, e relembrado duas semana atrás, mas ninguém apareceu.

“Pouco depois de pousar, a equipe da companhia aérea da British Airways veio até mim e disse que sentia muito, mas as pessoas que deveriam me ajudar a sair do avião não estariam lá por 50 minutos. O tempo passou e me disseram que seria mais meia hora além disso. No final, eu estava esperando uma hora e 35 minutos”, disse Victoria.

O caso repercutiu nas redes e gerou indignação entre os amigos de Victoria, que fizeram posts nas redes sociais cobrando um posicionamento do aeroporto de Gatwick. Após a repercussão, o aeroporto pediu desculpas e classificou o acontecimento como “inaceitável”.

Publicidade

“Oi @Gatwick_Airport, minha amiga com deficiência, Victoria, foi deixada esperando em um avião que pousou há uma hora. Isso é realmente inaceitável”, escreveu a jornalista Sonia Sodha, amiga de Victoria.

 

Publicidade