Putin assina decreto para o pagamento do gás em rublos

O decreto valerá a partir do dia 1º de abril

O presidente Vladimir Putin assinou um decreto para que países hostis paguem o gás em rublos, nesta quinta-feira (31). As empresas precisarão ter contas em bancos russo para pagarem em rublos. O decreto valerá a partir do dia 1º de abril.

Publicidade

De acordo com a CNN, Putin comentou sobre o novo decreto. “Hoje, assinei um decreto que estabelece as regras para o comércio de gás natural russo com os chamados estados hostis. Sugerimos que as contrapartes nesses países adotem um esquema muito simples e transparente para comprar gás russo: abram contas em rublos em bancos russos, e os pagamentos devem vir dessas contas”.

O presidente ainda firmou que caso não ocorra os pagamentos que os contratos ativos serão suspensos. Essa nova medida é uma forma de revidar contra os países que impuseram sanções econômicas para Rússia, devido a invasão russa na Ucrânia. O decreto em relação ao pagamento em rublos impulsionou a moeda russa.

Conflito Rússia e Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu a Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças, Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Um dos motivos desta invasão é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente, sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.

Publicidade

Putin afirmou que ainda não é o momento de cessar-fogo.

Publicidade