Putin diz que presença da Otan na Ucrânia é ameaça direta a Rússia

Putin nega qualquer intenção de invadir a Ucrânia. Por outro lado, o presidente russo aponta para o financiamento e fornecimento de armamento ocidental para os ucranianos

putin-diz-que-presenca-da-otan-na-ucrania-e-ameaca-direta-a-russia
Vladimir Putin durante reunião com membros do Governo. 24/11/2021. (Crédito: Kremlin/FotosPublicas)

O presidente Vladmir Putin disse nessa segunda-feira (13) ao premier britânico, Boris Johnson, que a presença da Otan na Ucrânia é ameaça direta ao território russo.

Publicidade

Durante conversa por telefone entre os dois líderes, Putin disse que o reforço de tropas russas na fronteira com a Ucrânia é apenas uma resposta a Otan ao que ele diz ser uma ameaça.

Em comunicado oficial, o Kremlin diz que “tudo isso está acontecendo ante um quadro de expansão de atividade militar no território da Ucrânia pela Otan, criando uma ameaça direta à segurança da Rússia”.

Boris Johnson demonstrou preocupação com a presença de 100 mil soldados em regiões próximas ao leste ucraniano. O governo britânico se pronunciou diante as tensões dizendo que reitera o ”comprometimento do Reino Unido com a soberania e integridade territorial da Ucrânia, e que qualquer ação desestabilizadora terá graves consequências”.

Putin nega qualquer intenção de invadir a Ucrânia. Por outro lado, o presidente russo aponta para o financiamento e fornecimento de armamento ocidental para os ucranianos, além de diversos exercícios militares da Otan realizados em Kiev nos últimos meses.

Publicidade

Especialistas dizem que Putin quer gerar um desgaste ao governo de Joe Biden. Os dois lideres conversaram na ultima terça-feira (7) e Putin terá que entregar um plano de garantias pacíficas e mútuas.

Publicidade