Reino Unido sofre com ameaça terrorista

Táxi explodiu em frente ao Hospital das Mulheres em Liverpool

reino-unido-sofre-mais-um-ataque-terrorista
Reprodução/ Twitter

Nessa segunda-feira (15), o Reino Unido elevou o nível de ameaça terrorista no país, após ter sofrido um incidente considerado terrorista. Um táxi do lado de fora de um hospital de mulheres em Liverpool, explodiu nesse domingo (14).

Publicidade

Emad Al Swealmeen, embarcou no táxi e pediu para ser levado ao hospital, corrida que seria realizada em 10 minutos. David Perry, o taxista percebeu que o passageiro seria um suspeito e conseguiu evitar o ataque quando o trancou no carro, antes que ele fugisse.

Jornais do Reino Unido exaltaram a coragem do taxista, visto que ele teria conseguido evitar que o ataque fosse realizado no Hospital das Mulheres. O passageiro morreu e o motorista foi hospitalizado, mas teve alta.

De acordo com o G1, o primeiro ministro do Reino Unido, Boris Johnson comentou “O caso ainda está sob investigação, então não posso comentar os detalhes ou dizer exatamente que tipo de incidente foi, mas parece que o taxista em questão se comportou com incrível coragem”. Outros líderes também elogiaram a coragem do taxista e se preocuparam com os ataques terroristas no país.

Outra manifestação do ministro Boris Johnson foi que o povo britânico nunca será intimidado pelo terrorismo. “Nunca cederemos àqueles que querem nos dividir com atos tolos.” A polícia que considerou um incidente terrorista afirmou que existe uma suposição de que o dispositivo tenha sido construído pelo próprio passageiro.

Publicidade

Já a ministra britânica do Interior, Priti Patel, lembrou que esse é o segundo ato e acontece um mês após o também considerado ataque terrorista contra o deputado Davis Amess. Assassinado com uma faca, o ataque aconteceu em uma igreja metodista, onde o deputado conservador, de 69 anos, recebia eleitores em Leigh on Sea, a aproximadamente 60 km de Londres.

Publicidade