Rússia nega querer derrubar governo da Ucrânia

A Rússia disse poder alcançar bons resultados na próxima rodada de negociações

russia-nega-querer-derrubar-governo-da-ucrania
A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova (Crédito: Reprodução / Instagram @mzakharovamid)

A Rússia negou querer derrubar o governo da Ucrânia. Nesta quarta-feira (9), a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova disse que a Rússia alcançara a neutralidade da Ucrânia e que até prefere fazer isso por meio de negociações.

Publicidade

Durante uma coletiva de imprensa, Zakharova disse que o objetivo de Moscou não é derrubar Kiev e que a Rússia pretende conseguir alcançar resultados significativos na próxima rodada de negociações. Além disso, a porta-voz afirmou que a Rússia já recebeu cerca de 140 mil refugiados da Ucrânia.

Os russos informaram sobre um novo cessar-fogo para a saída de civis da Ucrânia, nesta quarta-feira (9). Apesar da interrupção dos ataques desde às 9 horas (horário de Brasília) desta quarta, as Forças Armadas ucranianas disserem que não da para confiar. “É difícil confiar no ocupante.”

Conflito Rússia e Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu à Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Alguns dos motivos pelo qual esta invasão aconteceu é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.

Publicidade

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), até o momento mais de 2 milhões de refugiados deixaram a Ucrânia. Nessa terça-feira (8), foi disponibilizada a atualização de mortes e feridos.

*Este texto contém informações retiradas da CNN Brasil.

Publicidade